CBA Alumínio

abr ter, 2021

Realizado de forma virtual, o evento de pactuação apresentou o PVE 2021 e deu início ao planejamento de ações para este ano

Os municípios de Barro Alto e Niquelândia (GO) participaram da cerimônia anual de pactuação do Programa Parceria pela Valorização da Educação (PVE), promovido pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) e pelo Instituto Votorantim. O evento, que neste ano foi realizado de forma virtual devido à pandemia do Covid-19, apresentou o plano nacional do programa para 2021.

Em Barro Alto, o projeto será realizado pela primeira vez neste ano, em parceria com a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Educação.

O PVE tem o objetivo de contribuir com a melhoria da educação pública nos municípios onde há operações da Votorantim ou de suas investidas. O evento de pactuação contou com a realização de seminários, palestras e mesas redondas com especialistas em educação de todo o país. Foram discutidos os desafios da educação pública no Brasil e a garantia da aprendizagem durante o período de distanciamento social, com a realização de oficinas para abordagem prática dos temas.

Enquanto 2020 foi um ano de adaptação às dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19, a expectativa é que 2021, com novas gestões municipais, seja um ano de planejamento para a garantia dos direitos dos estudantes e a recuperação da aprendizagem. Entre as novidades, as frentes de gestão continuam a apoiar as Secretarias de Educação locais, principalmente na continuidade das ações ao enfrentamento da pandemia, implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), orientação sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e ensino híbrido.

 

PVE em Niquelândia

Pelo 13º ano consecutivo, a cidade de Niquelândia também contará com o programa Parceria pela Valorização da Educação (PVE). A realização do programa por mais de uma década no município demonstra a solidez no comprometimento da empresa em estimular o desenvolvimento econômico e social por meio da educação. Em 2020, com a pandemia, o principal propósito do PVE foi apoiar a manutenção do vínculo da escola com os alunos. Em 2021, o foco continuará sendo o aprendizado remoto.

Para formalizar a continuidade do PVE em Niquelândia em 2021, o secretário municipal de Educação, Wesley Campos, participou da cerimônia anual de pactuação. Segundo afirmou, em 2020, o resultado foi muito positivo, com participação efetiva de 99,02% dos alunos e taxa de evasão de apenas 0,8%. “Vamos manter essa metodologia em 2021, contando mais uma vez com o apoio do PVE, que sempre foi um grande parceiro para encontrarmos novas soluções para os desafios que se apresentam”, afirmou Wesley Campos.

Em Niquelândia as aulas continuarão sendo realizadas de forma virtual, por meio de chamadas via WhatsApp, aplicativos, tutoriais em vídeos, atividades online, uso de podcasts, entre outros recursos tecnológicos que foram instituídos rapidamente na metodologia da rede municipal para dar continuidade ao processo de aprendizagem e evitar a evasão escolar.

Destaque internacional – Para lidar com o cenário de isolamento social sem perder a qualidade do ensino e da aprendizagem, a Secretaria Municipal de Educação de Niquelândia estruturou o REANP – Regime de Aulas Não Presenciais. O bom desenvolvimento desse sistema, com o apoio do PVE, rendeu à Niquelândia destaque na mídia internacional em uma reportagem que revela como municípios brasileiros buscaram medidas inovadoras para manter os alunos engajados na aprendizagem.

Normatizado pelo CMEN – Conselho Municipal de Educação de Niquelândia, com resolução e regulamentação de Portarias próprias da Secretaria Municipal de Educação, o REANP baliza todas as ações administrativas e pedagógicas aplicadas nas 21 unidades educacionais municipais niquelandenses. Além de contemplar o uso de recursos tecnológicos para o ensino remoto, o REANP também engloba outras soluções para garantir o ensino e a aprendizagem de mais de 3.350 alunos.

IDEB acima da meta nacional – Na última avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), realizada em 2019, Niquelândia obteve média 5,9 nas séries iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano), superando a meta prevista para o município, de 5,4, e também a meta nacional, de 5,7. Nas séries finais (6º ao 9º ano), Niquelândia manteve o índice de 4,6. A proporção de alunos que aprenderam o adequado nas competências de leitura e interpretação de textos, e resolução de problemas, equiparam-se às médias estadual e nacional. O percentual de alunos de Niquelândia do 9º ano que apresentaram um bom aprendizado de língua portuguesa, por exemplo, foi de 35%, enquanto que em todo o Estado de Goiás foi de 35% e no Brasil, de 33%.

Sobre o PVE

O programa Parceria pela Valorização da Educação é uma iniciativa do Instituto Votorantim e das empresas da Votorantim que buscam contribuir para a melhoria da educação pública dos municípios onde a Votorantim atua, e em regiões de influência, por meio da qualificação das práticas de gestão educacional e escolar, e da mobilização social das comunidades.

 Sobre a CBA

Desde 1955, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) produz alumínio de alta qualidade de forma integrada e sustentável. Com capacidade instalada para produzir 100% de energia vinda de hidroelétricas próprias, a CBA minera a bauxita, transforma em alumínio primário (lingotes, tarugos, vergalhões e placas) e produtos transformados (chapas, bobinas, folhas e perfis). Em estreita parceria com seus clientes, a CBA desenvolve soluções e serviços para os mercados de embalagens e de transportes, conferindo mais leveza, durabilidade e uma vida melhor.

A CBA está bem perto de você. Acesse: www.cba.com.br.

 Informações para a imprensa:

Oficina de Comunicação

Sirlene Milhomem (62) 98176-0297 sirlene@oficinacomunica.com.br

Rosana Terra (62) 98207-5297 rosana@oficinacomunica.com.br

www.oficinacomunica.com.br

Pixel Facebook