CBA Alumínio

jul qua, 2020

Empresa apresenta conclusão de etapas para realização de simulado de situação de emergência durante reunião com comissão mista  e aguarda controle da situação de pandemia da Covid-19 para agendamento da data do evento

Comprometida em atender a todas as normas da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) a CBA – Companhia Brasileira de Alumínio realizou integralmente as atividades de implementação de um Plano de Ação Emergencial (PAE) para as barragens, conforme cronograma previamente estabelecido.

O desenvolvimento do plano envolve cinco etapas e é acompanhada por uma Comissão Mista, composta por integrantes da CBA, representantes do Corpo de Bombeiros (Defesa Civil) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Niquelândia, que participaram de reunião remota, no útlimo dia 15 de julho. As reuniões periódicas da Comissão, inicialmente presenciais, passaram a ocorrer de forma online para garantir a segurança de todos os membros.

O trabalho teve início no final de 2019 com o cadastramento de imóveis e a população presente na Zona de Autossalvamento. A partir de estudo técnico conduzido por consultoria especializada e validação do Corpo de Bombeiros, também representando a Defesa Civil, foram definidas rotas de fuga e pontos de encontro na ZAS. 

As sirenes do sistema de comunicação de massa, que têm como objetivo alertar a população em caso de ação emergencial, já foram instaladas e testadas. Também já tiveram início as instações de placas de sinalização de rotas de fuga e pontos de encontro. Com essas etapas finalizadas a empresa está pronta para realização do simulado, quando autorizado. 

Monitoramento

Com monitoramento, controle e ações preventivas constantes, a CBA mantém seu compromisso com a segurança das barragens do Jacuba e Mosquito, localizadas na Unidade Niquelândia. As estruturas têm acompanhamento em tempo real e período integral e ambas têm sido classificadas mensalmente no período dos últimos 12 meses com condição satisfatória. Trata-se da melhor avaliação estabelecida pelo sistema integrado de monitoramento e gestão das  barragens, que define critérios de pontuação do estado de conservação das estruturas. Os dados são auditados por consultoria externa, que os encaminha às autoridades. 

Atendendo à legislação, a empresa realizará um simulado de situação de emergência para orientação da população presente na chamada Zona de Autossalvamento (ZAS), que é a área de influência direta das barragens. Considerando a pandemia da Covid-19 e para resguardar a saúde, segurança e bem estar de todos os envolvidos, o simulado, inicialmente previsto para ocorrer em julho, precisou ser adiado.  A nova data será definida conforme as atualizações do cenário de pandemia do novo coronavírus, seguindo as indicações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e as definições estabelecidas pelo Governo. 

Sobre a CBA

Desde 1955, a Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) produz alumínio de alta qualidade de forma integrada e sustentável.

Com capacidade instalada para produzir 100% de energia vinda de hidroelétricas próprias, a CBA minera a bauxita, transforma em alumínio primário (lingotes, tarugos, vergalhões e placas) e produtos transformados (chapas, bobinas, folhas e perfis). Em estreita parceria com seus clientes, a CBA desenvolve soluções e serviços para os mercados de embalagens e de transportes, conferindo mais leveza, durabilidade e uma vida melhor.

A CBA está bem perto de você. Acesse: www.cba.com.br.

Informações para a imprensa:

Oficina de Comunicação (62) 3225-4899

Sirlene Milhomem (62) 98176-0297 sirlene@oficinacomunica.com.br
Luísa Gomes (62) 99911-2950 luisa@oficinacomunica.com.br